Universitários de Upanema denunciam o descaso com os transportes

Já é rotineiro o problema estrutural dos transportes universitários do município de Upanema, no entanto, no início deste ano a situação parece que se agravou.

A frota dos ônibus “amarelinhos” que diariamente se deslocam até Mossoró não passa por renovação há anos e, ultimamente, é comum os estudantes reclamarem de situações básicas. Na tarde desta quarta-feira (19) alunos do IFRN registraram uma situação trágica. O transporte conta com algumas janelas quebradas e durante o inverno e com as fortes chuvas que tem caído em Upanema, e Mossoró, a classe estudantil tem sofrido na pele os efeitos.

As chuvas danificaram os materiais de alguns alunos que, buscando minimizar os estragos, utilizaram um guarda-chuva para “tapar” o local onde a janela está quebrada.

Além dos problemas com as janelas, os transportes também contam com bancos rasgados e outros problemas de manutenção.

O presidente da União dos Universitários e Técnicos de Upanema, Reobe Rogers Felinto, falou sobre esse caso.

“O descaso já acontece há muito tempo. Desde que assumi a presidência da UNITEC, em maio de 2019, ja buscamos dialogar com os responsáveis por esse setor na gestão municipal mas até agora nada foi feito, somente promessas. Enquanto isso os estudantes passam por apertos que vocês puderam constatar nessas fotos”, disse.

Além dos problemas estruturais os alunos também enfrentam o problema da superlotação.

Cid Gomes é baleado em Sobral

Apesar de informações do movimento de policiais militares apontarem que a bala que atingiu o senador era de borracha, a assessoria de imprensa de Cid Gomes confirma que a munição era real, calibre .40

O senador Cid Gomes (PDT) foi baleado agora há pouco em Sobral, na Região Norte. A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa da Prefeitura do Município. Após ser atingido por um disparo, o senador foi encaminhado para o Hospital do Coração de Sobral e será transferido para a Santa Casa de Misericórdia.

Apesar de informações do movimento de policiais militares apontarem que a bala que atingiu o senador era de borracha, a assessoria de imprensa da Prefeitura de Sobral confirma que a munição era real, calibre .40. Ainda não se sabe quantos tiros atingiram o senador, mas pelo menos um ferimento a bala foi confirmado. 

“O senador Cid Gomes foi baleado por uma arma de fogo na tarde desta quarta-feira (19), em Sobral. Neste momento, o senador passa por estabilização no Hospital do Coração de Sobral e será transferido para a Santa Casa de Misericórdia de Sobral”, diz nota da assessoria do senador.

Os disparos ocorreram no momento em que o senador tentava invadir, com uma retroescavadeira, um quartel da Polícia Militar que estava ocupado por manifestantes. Momentos antes, Cid fez um discurso com críticas ao movimento de paralisações deflagrado nas últimas horas pela Polícia Militar do Ceará. “Eu vim aqui defender a paz e a tranquilidade do povo de Sobral. Ninguém será chantageado, ninguém deixará de trabalhar, de abrir suas portas e caminhar com tranquilidade em Sobral”, disse o senador.

“Uma coisa é se amotinarem em um local, outra são os próprios que deveriam defender a paz e a tranquilidade serem eles próprios os incitadores da violência. Eu tô aqui desarmado, e vou enfrentar quem armado estiver, sob o custo da minha vida. Mas ninguém vai fazer o que esses bandidos estão fazendo aqui em Sobral”.

Escalada de tensão

Desde a noite da terça-feira, parte da Polícia Militar do Ceará tem organizado manifestações e ações de greve em protesto contra impasse no reajuste das categorias com o governo do Estado. Nesta quarta-feira, o governador Camilo Santana (PT) requisitou suporte do governo federal para lidar com paralisações promovidas pelos militares de todo o Estado.

Na tarde desta quarta-feira, o governador Camilo Santana (PT) informou que pediu o apoio de tropas federais para reforçar a segurança no Ceará. Ele relatou conversas com o ministro da Secretaria de Governo, general Luiz Eduardo Ramos Baptista Pereira, e com o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro. O governador disse que deixou ambos a par da situação do Ceará e pediu ajuda.

Via O Povo

Deputado Federal General Girão anuncia Natal como próxima capital do país a ter colégio militar implantado

O deputado federal General Girão Monteiro anunciou nesta segunda-feira em suas redes sócias que Natal será a próxima capital brasileira a implantar o colégio militar.

“A Educação nos Estados melhora com os Colégios Militares. O próximo a ser criado nas Capitais que ainda não têm CM será o Colégio Militar de Natal. Obrigado PR Jair Bolsonaro. A sociedade potiguar agradece sua decisão”.

Na manhã desta segunda-feira, o presidente da República Jair Bolsonaro a pedra fundamental no local onde será construído o futuro Colégio Militar em São Paulo, no antigo Centro Logístico da Aeronáutica, no Campo de Marte, na Zona Norte. A unidade da capital paulista será a 14ª do país.

Deputado Federal Carlos Sampaio reage com ironia após Lula dizer que Dilma foi vítima de um bando de safados

O deputado federal Carlos Sampaio (PSDB/SP) reagiu à entrevista do ex-presidente  Lula, quando afirmou ao Consultor Jurídico  que Dilma foi derrubada não por cometer erros políticos e sim por ter sido vítima de um bando de safados.

Segundo o parlamentar de direita, “se ser ‘safado’ para o Lula é lutar contra a corrupção e liderar o impeachment de uma presidente desonesta e incompetente, então, ao lado de juristas importantes como Miguel Reale e Hélio Bicudo, faço parte COM ORGULHO do ‘bando de safados’ que impediu que o PT destruísse o país”.

Servidores protestam contra reforma da previdência e paralisam atividades

Crédito da foto: Extraída do Instagram do Sinsp/RN

Servidores do Estado do Rio Grande do Norte paralisaram as atividades nesta segunda-feira, 3, em protesto contra a reforma da previdência proposta pelo governo. O movimento deve durar pelo menos dois dias.

Eles estão concentrados na Assembleia Legislativa (ALRN). Hoje seria a leitura da mensagem anual da governadora. No entanto, a chefe do executivo estadual não foi a AL. Em nota, a governadora comunicou que a mensagem foi entregue pelo Gabinete Civil. Apesar de ter sido enviada à AL, a mensagem da governadora não foi lida no plenário.

A presidente do Sindicato dos Trabalhadores do Serviço Público da Administração Direta do Estado (Sinsp), Janeyare Souto, disse que a categoria é contra a reforma e não há negociação. “A posição do Fórum (dos Servidores) continua a mesma, não se negocia o inegociável. Uma reforma que tira direitos, aumenta a alíquota da previdência, taxa os servidores aposentados – que hoje não pagam – e aumenta o tempo de permanência em serviço. Por outro lado, nós estamos com 3 folhas salarias em atraso, 0% de reajuste, 10 anos sem aumento salarial”.

Reforma estadual

O Governo do Rio Grande do Norte apresentou no final da tarde da última sexta-feira (31) os novos percentuais da alíquota previstos na proposta de emenda à Constituição (PEC) que altera o sistema previdenciário estadual. O texto estabelece que aposentados e pensionistas que ganham até R$ 2,5 mil serão isentos de taxação. Já aqueles que recebem entre R$ 2.500,01 e R$ 5 mil terão os seus salários reduzidos em 14%. Para quem ganha entre R$ 5.000,01 e R$ 10 mil a alíquota será de 16,5% e para a faixa salarial acima de R$ 10 mil a taxa ficará em 18,5%.

Pela proposta anterior, a alíquota progressiva variava de 11% a 18%, tanto para ativos quanto para inativos. Sobre o valor entre um salário mínimo até R$ 5.839,45 incidiria 11%, de R$ 5.839,46 até R$ 10.000,00, incidiria 14%; de R$ 10.000,01 até R$ 20.000,00, incidia 16%; por fim, para quem ganha acima dessa quantia, a alíquota seria de 18%.

Para os servidores da ativa, os novos percentuais apresentados pelo Governo do Estado nesta sexta-feira são os seguintes: 12% para quem ganha até R$ 2,5 mil; 14% para a faixa salarial compreendida entre R$ 2.500,01 e R$ 5 mil; 16,5% para que recebe entre R$ 5.000,01 e R$ 10 mil e 18,5% para os que ganham acima de R$ 10 mil. Hoje, todos esses servidores são taxados em 11%.

A PEC da reforma da Previdência estadual será encaminhada para a Assembleia Legislativa após a nova reunião entre o Governo e o Fórum de Servidores, agendada para o dia 5 de fevereiro. Não há expectativa de mudanças no texto, uma vez que o conjunto dos sindicatos já anunciou que não apresentará uma contraproposta ao Governo.

Fonte: Defato

Professor de Direito da UFERSA e militante do PT afirma que reforma do Governo Fátima é inadmissível

A reforma da previdência apresentada pelo governo Fátima é inadmissível. Em 1988, em função da pressão da esquerda, a Constituição previu um sistema de seguridade social, ou seja, um sistema que englobasse saúde, assistência e previdência, no qual a sociedade se solidariza com o indivíduo e garante bem estar para a classe trabalhadora. 

 Aposentadorias, pensões, etc, portanto, são direitos da classe trabalhadora, de quem vive do seu trabalho; não são, de maneira alguma, privilégio. 

Taxar inativos, aumentar a alíquota de contribuição de quem recebe até R$ 2500 de 11% para 12%, e de quem recebe de R$2500 a 5000 de 11% para 14% apenas confirma o que significa uma reforma da previdência: os trabalhadores, como sempre, pagam a conta. O governo poderia criar novos tributos, ampliar as fontes de custeio do sistema, taxar apenas altos salários, etc, mas, escolheu atacar direitos. 

Um governo de esquerda, de trabalhadores, deveria, sem tergiversar, defender os interesses dos trabalhadores. Estes não podem nunca achar que seu governo não defende seus interesses. Quem tiver dúvidas sobre isto, basta ver como Paulo Guedes prova todos os dias que seu governo é o governo dos banqueiros. 

O governo Fátima tem de rever imediatamente essa proposta. Já os trabalhadores e Trabalhadoras, a estes só resta PARALISAR este estado nesta segunda e terça. 
Nenhum direito a menos, menos ainda em nossos governos.

Daniel Araújo Valença, Professor de Direito da UFERSA e militante do PT.

Fonte: SINSP/RN

Polícia Civil fará paralisação de 24h contra Reforma da Previdência do RN

Os policiais civis e servidores da Segurança se reuniram em Assembleia Geral, nesta sexta-feira, 31, na sede do SINPOL-RN, e deliberaram por uma paralisação de 24 horas na próxima terça-feira, dia 4 de fevereiro, em protesto contra a reforma a Previdência.

A diretoria do SINPOL-RN expôs para as categorias que existe uma articulação nacional, comandada pela Cobrapol, para conseguir emplacar emendas na PEC Paralela da reforma da Previdência federal, de forma a garantir alguns ajustes que amenizem os prejuízos causados aos policiais civis e outros agentes da Segurança Pública.

CNM elege Benes Leocádio como deputado federal mais municipalista do Brasil

O deputado federal Benes Leocádio (Republicanos-RN) foi apontando pela Confederação Nacional dos Municípios (CNM) como o parlamentar que mais vem atuando na defesa dos interesses dos municípios na Câmara dos Deputados. No ranking geral, onde aparecem 512 deputados federais, o deputado Benes está na 1ª colocação.

A conquista do parlamentar é resultado de intenso trabalho dedicado ao fortalecimento do municipalismo, com a apresentação de propostas e apoio nas votações dos projetos importantes para as cidades. Além disso, o parlamentar ocupa, atualmente, a vice-presidência da Frente Parlamentar Mista em Defesa dos Municípios (FMB) e é membro titular da Comissão Especial destinada a proferir parecer à PEC 391-A/2017, do Senado Federal, que disciplina a distribuição dos recursos pela União ao Fundo de Participação dos Municípios (FPM).

Benes também já presidiu a Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte (Femurn) e ocupou a vice-presidência da CNM.

“Recebo com alegria esse reconhecimento. Mas, estou ciente da responsabilidade que tenho, principalmente, com os municípios do Rio Grande do Norte. Precisamos lutar para que o Congresso Nacional avance com as propostas que melhorem a situação econômica e social das cidades brasileiras, viabilizando melhorias diretas para a população. Sempre estarei defendendo os municípios, pois são neles que os cidadãos moram e precisam da qualidade nos serviços ofertados”, disse o deputado.

Ranking

A atuação dos parlamentares é avaliada por meio de dois parâmetros: as votações de proposições de alta relevância para os municípios e as ações realizadas pelo parlamentar que impactem, de forma positiva ou negativa, o andamento ou o resultado dessas votações.

Para a análise desse quesito, serão consideradas todas as votações, nas comissões ou em plenário, relacionadas às proposições de alta relevância para os municípios. As proposições de alta relevância estão definidas como aquelas que geram forte impacto, de forma positiva ou negativa, nas finanças, na capacidade de gestão ou na autonomia municipal.

Fonte: CNM/Ascom

Carlos Vereza se reúne com Bolsonaro e reitera apoio a Regina Duarte

O ator Carlos Vereza se reuniu, neste sábado, com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) no Palácio da Alvorada. Na saída do encontro, Vereza disse que foi “reiterar” seu apoio à atriz Regina Duarte, que aceitou o convite feito por Bolsonaro para assumir a secretaria especial de Cultura.

— De vez em quando, venho conversar com ele (Bolsonaro). Eu vim apoiar e reiterar o meu apoio a Regina Duarte — afirmou Vereza.

O ator, que é conhecido por seu apoio ao governo Bolsonaro, aproveitou a ocasião para elogiar a colega.

— Regina é uma pessoa pacificadora, com uma visão democrática da cultura e fará um belo trabalho. Tenho absoluta certeza — disse Vereza.

Fonte: O Globo

Vereadores de Assú aprovam Projeto de lei que aumenta salários de Prefeito, Vice, Vereadores e Secretários

Mesmo com toda pressão popular contrária, os vereadores aprovaram por oito a sete, o Projeto 02/2020 que fixa salário mensal do prefeito, vice-prefeito, vereadores e secretários municipais de Assú a partir de 2021 até 2024. Foi apresentada uma emenda ao texto original pelo vereador Wedson Nazareno estabelecendo que para o próximo prefeito a opção de escolher entre um salário mínimo hoje fixado em 1.040 reais, e 25.980 reais. Para o futuro vice, a proposta é de um salário mínimo a 12.990 reais. Ainda conforme a emenda em seu artigo terceiro, os próximos vereadores poderão receber mensalmente até 2024 um pagamento que vai de um salário mínimo 10.111 reais.

O plenário da Câmara Municipal ficou mais uma vez lotado. A população protestou e a sessão chegou a ser suspensa por cinco minutos até que os ânimos se acalmassem. Alguns dos manifestantes usaram nariz de palhaço.

O Projeto 02/2020 foi aprovado com a citada emenda. Votaram pela aprovação do Projeto os vereadores Xavier Enfermeiro, Paulinho de Marlene, Tê, Matheus do Frutilandia, João Paulo, Eli da Saúde, e Waldson Bezerra, e Wedson Nazareno. Estes não se pronunciaram até o momento em que estivemos na Câmara Municipal após a votação.

Contra a proposta votaram Fabielle Bezerra, Delkiza Cavalcante, Beatriz Rodrigues, Junior do Trapiá, João Wallace, Paulo Brito, e Stélio de Sá Leitão. Após aprovação, o Projeto será enviado para sanção ou veto do prefeito Gustavo Soares.

Fonte: Princesa FM / Foto: Blog Assú Noticia